sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Andar nas sombras

Perambulava...
Agora caminho
Passo a passo, va ga ro sa mente
Revisito a umidade daquele ar sombrio
Cada passo, a brisa gelando a alma por dentro da pele
Cada fibra que escurece
Passo a passo
Cada vez mais sombrio
Cada vez mais devagar.
Já não tenho medo
Apesar de ainda sentir calafrios
Eu só espero que essa nuvem não permaneça...
Que a tristeza esteja,
mas que não marque o olhar
Pq não tem nada mais triste,
que um sorriso triste...

Um comentário:

  1. prefiro sorriso largo. cheio de dentes e emoção.
    nada mais gostoso que receber um sorriso quadrado.

    ResponderExcluir

Faça parte da corrente, comente!