quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Meialuz....

A meialuz é o pior dos mundos...
quando estamos na escuridão completa,
ora, estamos tranquilos: feche os olhos e saiba quem vc é.


Quando abrimos as janelas,
quando os últimos luares se vão,
aí tudo é mais vivo, mais colorido.

... meu medo é a meialuz.......
aquela penumbrinha que inebria....
aquele contorno difuso embaralhando o que eu vejo.

É disso que eu tenho medo.

Mas o que..? Mas que gosma é essa?

eu ando com medo...
ando com pressa de acordar e dormindo nas entrelinhas do meu desconhecimento.
me deito e leio coisas que me levam para uma outra realidade, que me afligem ainda mais
(ah o poder poderoso dos livros...)
queria não estar, e estou.
queria não ser, e sou.
queria saber mais.
queria ter as respostas.
queria, não quero mais.
sei que amanhã vou querer de novo.
meu coração está conectado em algo novo.
uma sensação...
aquela sensação de estranheza que se achega....

- Enfrenta! (Grito comigo mesma...)

Mas esse medo é gosma (aquela vozinha responde....)
Não é liquido, não escorre e vai embora.
Não é sólido, para jogar pra bem longe.
É gosma. E cola.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Adoro resultados positivos!!!

O Elo da Corrente                      
                    (s50oelodacorrente)                     

                    -- Site Summary ---                     
          Visits

            Total ........................ 2,463            
            Average per Day .................. 7            
            Average Visit Length .......... 0:27            
            This Week ....................... 48            

          Page Views

            Total ........................ 3,874            
            Average per Day .................. 9            
            Average per Visit .............. 1.4            
            This Week ....................... 65            

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

#adoro

Mágramática

O Teatro Mágico

Composição: Fernando Anitelli
Todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser
Todo verbo é livre para ser direto ou indireto
Nenhum predicado será prejudicado
Nem tampouco a frase, nem a crase
Nem a vírgula e ponto final
Afinal, a má gramática da vida
Nos põe entre pausas
Entre vírgulas
E estar entre vírgulas
Pode ser aposto
E eu aposto o oposto
Que vou cativar a todos
Sendo apenas um sujeito simples
Um sujeito e sua visão
Sua pressa e sua prece
Que enxerguemos o fato
De termos acessórios para a nossa oração
Adjuntos ou separados
Nominais ou não
Façamos parte do contexto
Sejamos todas as capas de edição especial
Mas, porém, contudo, todavia
Sejamos também a contracapa
Porque ser a capa e ser contracapa
É a beleza da contradição
É negar a si mesmo
E negar-se a si mesmo
É muitas vezes encontrar-se com Deus
Com o teu Deus
Senhoras e Senhores
Que nesse momento em que cada um se encontra agora
Um possa se encontrar ao outro
E o outro no um
Até por que
Tem horas que a gente se pergunta...
Porque é que não se junta tudo numa coisa só?

Hoje

Hoje eu descobri que preciso terminar muitas coisas... tenho pequenas pendências ao longo da vida...
Ao mesmo tempo tenho que começar muitas outras. Descobrir, desvendar, recomeçar.
Mas de uma coisa eu tenho certeza, tenho amigos.Considero meus amigos.
Gosto de estar disponível para eles, gosto de fazer parte da vida deles e poder dizer o quanto são importantes na minha vida...
Validando a minha existência, posso validar os momentos felizes deles também.
E a vida se torna mais colorfull!

Amém!