terça-feira, 12 de maio de 2009

Perfeição

E como posso não crer
Se por onde passo me presenteias
E te reconheço
Nos detalhes mais singelos
Que juntos se tornam jardim

Como posso perder minha fé
e descrer
Se tudo que vejo
com teu amor permeias
E boba me desconheço,
A reparar nos azuis mais belos
Que uma tarde de sol deu pra mim

Agradeço por tudo que até aqui vivi
Pelos caminhos que já trilhei
E por tudo que ainda está por vir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça parte da corrente, comente!